• ►Nos próximos dias, prevê-se que o tempo na região seja muito quente e a temperatura máxima atinja os 33 graus Celsius ou valores superiores. Aconselha-se à população que tome medidas contra doenças causadas pelo calor e beba mais água. ( Data de actualização: 2021-09-26 17H10 )
 2021-09-26 (Sunday)
27oC / 80%Céu

COVID-19: Alvis Lo nega obrigatoriedade de vacinação

O director dos Serviços de Saúde rejeita que as novas directrizes sobre o plano de vacinação, anunciadas esta semana, obriguem os trabalhadores a vacinar-se. Trata-se, diz Alvis Lo Iek Long, de medidas que pretendem assegurar a segurança de toda a população: “Isso não viola o principio voluntário e o principio da escolha dos cidadãos. Porque está muito claro nas nossas directrizes: se o trabalhador não pode – ou não pretende - ser vacinado pode optar por realizar o teste de ácido nucleico”, disse o médico. O director dos Serviços de Saúde acrescentou que “muitas pessoas disseram que esta é uma medida de restrições. Na verdade isso é incorrecto. Nós não impedimos os trabalhadores de irem trabalhar, mas sim, queremos que estes possam assegurar a segurança dos outros. Por isso, não é uma medida de restrições, nem é uma medida de obrigação, nem estamos a forçar ninguém a tomar a vacina.” Na segunda-feira, dia 13, as autoridades anunciaram que, a partir de agora, praticamente todos os trabalhadores têm que optar entre vacinarem-se ou fazerem testes de ácido nucleico a cada sete dias. Trata-se da nova directriz do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, para todos os funcionários da linha da frente, ou com contactos no exterior, ou que trabalhem em espaços fechados, quer sejam públicos ou de entidades privadas. Alfredo Vaz Ouça aqui a declaração de Alvis Lo Iek Long (áudio disponível apenas no site)

Voltar